Parcerias florestais

Os plantios são realizados pelas empresas do setor e por meio de importantes programas de fomento, que geram valor social em regiões brasileiras distantes dos grandes centros, valorizam pequenos produtores e ajudam a reduzir a pressão sobre florestas nativas e recuperar solos degradados. Em 2014, 17,8 mil famílias foram beneficiadas por programas de fomento em todo Brasil.

Por meio desses programas, as empresas estabelecem parcerias de longo prazo com pequenos produtores, o que permite que eles participem da sua cadeia produtiva, fornecendo madeira de árvores plantadas em suas propriedades e, muitas vezes, desenvolvendo outras atividades agrosilvopastoris, que reforçam a renda familiar.

Ao fixar milhares de pessoas no campo, os programas de fomento também diversificam atividades locais, geram emprego e renda e contribuem no desenvolvimento das comunidades nas quais os plantios e as unidades industriais estão inseridos.

As empresas da cadeia produtiva das árvores plantadas investem em diversos programas de saúde, educação, cultura e qualidade de vida que beneficiam cerca de dois milhões de pessoas, tornando o setor um importante agente do desenvolvimento econômico e social do País.

(Fonte: Ibá)