“Da Bahia para o Mundo” – Relatório de Sustentabilidade da Veracel 2017

O site (http://dabahiaparaomundo.veracel.com.br) reúne todos os principais indicadores de desempenho e iniciativas da Veracel nas dimensões econômica, social e ambiental no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2016. Elaborado com base na metodologia da Global Reporting Initiative (GRI), versão G4 Essencial, o Da Bahia para o Mundo – Relatório de Sustentabilidade da Veracel, permite comparar a evolução dos indicadores de desempenho tanto de um ano para o outro na mesma organização quanto entre empresas do mesmo setor.

O conteúdo enfatiza temas relevantes para a Veracel e também para os principais públicos com os quais nos relacionamos: colaboradores, comunidades vizinhas às operações e lideranças comunitárias (incluindo as Organizações Não Governamentais), gestores públicos municipais e estaduais, fornecedores e acionistas.

Sobre o que mais importa

Atentos aos interesses de nossos públicos de relacionamento, a Veracel estruturou este relatório em cima dos temas considerados materiais, ou seja, aqueles mais relevantes para a empresa e para os stakeholders. Para chegar até eles, lançaram mão do contínuo processo de relacionamento e engajamento, fundamentado no diálogo e na busca por uma convivência proveitosa com os públicos de interesse.

A principal ferramenta utilizada neste processo, que identifica demandas importantes e define ações a serem implementadas, é o Diálogo Ativo, que fornece importantes dados para definir a relevância dos temas e sua materialidade, além das estatísticas dos sistemas de gestão (SRM e Sispart), Comunicação Anônima e inventários sociais.

Matriz de materialidade

A matriz de materialidade organiza visualmente os temas que orientam a produção deste relatório. Além disso, evidencia sua relação com os aspectos GRI relatados por meio de indicadores, a abrangência dos temas (local ou regional) e a relação dos públicos com os temas de maior interesse. Os resultados de uma pesquisa aplicada junto aos públicos interno, em 2015, e externo, em 2016, com o objetivo principal de avaliar os canais de comunicação institucional, foram utilizados para reclassificação da relevância dos temas que compõem a matriz de materialidade.

Leia aqui:

http://www.abaf.org.br/wp-content/uploads/2017/06/veracel_rs2017_v4.pdf