Monitoramento revela valiosa presença de fauna e flora nas propriedades da Bracell

A Bracell entende que falar sobre a preservação ambiental vai além do discurso. A empresa realiza um criterioso Programa de Monitoramento de Fauna e Flora para a Conservação da Biodiversidade, que identifica e monitora as espécies que são encontradas em suas matas nativas e áreas de plantio, nos estados de São Paulo e Bahia. O Programa permite à Bracell conhecer melhor a dinâmica das comunidades vegetais e animais, os vetores de pressão na região e em seu entorno, gerando indicadores sobre o grau de preservação do ambiente que podem ser úteis para órgãos ambientais, universidade e instituições diversas.

Na Bahia, a fauna silvestre conta com a presença de animais como: Onça suçuarana, catita, gato mourisco, surucucu-pico-de-jaca, veado catingueiro, tamanduá-mirim, raposa, guigó, urubu-rei, macaco prego, lontra, jiboia. Trata-se de uma pequena amostra das mais de 800 espécies identificadas nas áreas destinadas à preservação ambiental na Bahia. Em São Paulo são mais de 156 espécies, sendo 17 espécies de aves endêmicas, entre elas: pica-pau-anão-de-coleira, beija-flor-preto, beija-flor-de-fronte-violeta, maracanã-verdadeira (espécie ameaçada de extinção). Há ainda a presença de lobo -guará, raposinha do campo, jaguatirica, onça-parda e o tamanduá bandeira.

Outra iniciativa que tem contribuído diretamente para o registro da fauna silvestres nas áreas da empresa é o Programa de Avistamento de Fauna. Por meio dele, os colaboradores registram a presença de mamíferos de médio e grande portes e com estas informações mantém um banco de dados georreferenciado sobre as espécies além da identificação de possíveis ameaças ao manejo – como a ação ilegal de invasores nas áreas de preservação ambiental.

E não só isso. Graças ao Programa de Monitoramento, a empresa já identificou a preservação em suas propriedades de nada menos do que 652 espécies vegetais típicas da mata atlântica e do agreste baiano. Em São Paulo, são 258 espécies arbóreas, pertencentes a 62 famílias botânicas, sendo cinco espécies ameaçadas de extinção segundo a Lista Internacional de Espécies Ameaças (IUCN), como: a Canela-sassafrás, o Cedro, a Farinha Seca, o Ipê Felpudo e o Jasmin. Monitorar e conservar a fauna e flora são missões da Bracell, que tem trabalhado para a renovação da indústria de celulose no Brasil.