Eventos realizados

Plantio para compensar emissão de CO² é realizado em Escola Municipal de Salvador

A Escola Municipal Anita Barbuda ficou mais verde nesta terça (19/3/19). A unidade localizada no bairro de Santa Cruz recebeu o plantio de 15 mudas de Ipês amarelos, roxos e rosas, árvores nativas da Mata Atlântica. A ação é promovida pela Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência – Secis e teve a participação de cerca de 40 alunos. Trata-se de uma forma de compensação de emissão de CO² da XI edição do Fórum Internacional RedEAmérica, que acontece nesta quinta (21), no Wish Hotel da Bahia, a partir das 8h.

A “Contribuição da diversidade para a promoção de comunidades sustentáveis” é o tema do Fórum, que vai ser um evento Carbono Zero, ou seja, será neutralizada a emissão de gás carbônico de todas as fases envolvidas. O RedEAmérica terá a participação de representantes de grupos sociais atuantes em periferias, comunidades de base, organizações promotoras e defensoras de direitos de 14 países diferentes. 

A Associação Baiana das Empresas de Base Florestal – ABAF, apoiadora do Fórum, ficou responsável juntamente com a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) por elaborar o inventário de carbono, o cálculo de quanto CO² será emitido, e o relatório de mitigação, que propõe o plantio de 700 mudas para compensar essa emissão. Portanto, o plantio desta terça-feira foi uma ação simbólica e inicial, uma vez que as outras 685 mudas ainda serão plantadas após o evento, em locais a serem escolhidos.

Para o secretário da Secis, André Fraga, plantar é um ato sempre importante. “Fazer ações como essa numa escola pública tem uma força maior. Estamos ensinando na prática a essas crianças e adolescentes que cuidar do meio ambiente é algo que não podemos adiar, que pode ser ensinado desde cedo”.

Para Wilson Andrade, diretor da ABAF, essa ação tem um grande valor. “Salvador é uma cidade que está cada vez mais bonita e há um esforço da Prefeitura nesse sentido. Cada um de nós gostaria de ver na nossa rua, na nossa escola ou no nosso condomínio um espaço mais arborizado que gera melhor visual, maior capacidade de respiração e melhoria do microclima”.

O plantio também está dentro da programação do Encontro Anual dos membros da RedEAméria que está acontecendo em Salvador desde esta segunda (18) e vai até a próxima sexta (22). “A nossa Rede trabalha em algumas perspectivas de comunidades sustentáveis: ambiental, inclusão social e geração de renda, sempre tendo o ser humano como foco e protagonista. A participação da comunidade escolar é muito importante, nesse sentido”, disse Cecília Galvani, representante do bloco brasileiro na RedEAmérica, 

*Sobre o Fórum* – O XI Fórum Internacional RedEAmérica vai discutir o tema “A Contribuição da diversidade para a promoção de comunidades sustentáveis”. No evento acontecerão diversas conferências, painéis e sessões paralelas sobre o tema proposto, além da entrega do Prêmio Transformadores que destaca experiências inovadoras, inspiradoras e notáveis na promoção de comunidades sustentáveis. As inscrições e a programação completa do evento podem ser acessadas no site http://www.fir-redeamerica.org/pt. A taxa de inscrição custa R$400,00 + 10% de taxas. Além da Secis e da ABAF, o evento tem o apoio do Centro Interdisciplinar de Desenvolvimento e Gestão Social (da Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia) e da Federação de Indústrias do Estado da Bahia (FIEB).