Projeto Nascentes do Mucuri ultrapassa o marco de 50 mil mudas plantadas para preservar o Rio

No último sábado (27), o projeto Nascentes do Mucuri levou cerca de 600 pessoas a Itabatã (BA), para mais uma ação de plantio do programa. Na ocasião, foram plantadas cerca de 1.100 mudas de espécies nativas e frutíferas no distrito de Mucuri. A data marcou o alcance de 50 mil mudas plantadas desde o início da iniciativa, em 2017.

A ação realizada no sábado contou com quase 100 voluntários participantes do Programa Voluntariar, iniciativa da Suzano que incentiva a participação de colaboradores e suas famílias em ações que reforcem o direcionador da companhia de atuar de forma sustentável, sempre.

Também participaram turmas das escolas Casa do Estudante, Colégio Integração e Escola Municipal Edvaldo Machado Boaventura, além de representantes do poder público local e liderança da empresa. A participação dos alunos é de extrema relevância, já que, além de restaurar as nascentes, o projeto também enfoca ações de educação ambiental.

“É muito importante a participação das crianças, que são o futuro do nosso país. Ações como esta contribuem para formar cidadãos mais conscientes e que vão se tornar adultos melhores”, destaca o diretor executivo industrial da Unidade Mucuri da Suzano, Fabrício José da Silva. Ele acrescentou ainda que é gratificante ver que um projeto voltado à preservação e à educação ambiental mobilize tanta gente da comunidade.

O Projeto Nascentes do Mucuri alcança os municípios mineiros de Malacacheta, Ladainha e Poté, região percorrida pelo manancial, e Mucuri, na Bahia. Desde que foi iniciado, o Nascentes do Mucuri conta com mais de 400 nascentes em recuperação, envolvendo a participação de cerca de 11 mil pessoas. A meta é chegar a 2.500 nascentes, contribuindo para a preservação do rio que é o principal da região.

Além do plantio de espécies como aroeira, jacarandá, ingá, curindiba, sapucaia, boleira e outras, o evento realizado no sábado contou ainda com apresentação musical dos participantes do Projeto Golfinho, realizado pela Suzano, que contempla cerca de 380 jovens de Mucuri com atividades que incluem reforço escolar, capoeira, música, artesanato e outras. Também houve apresentação do espetáculo “Natureza em Foco”, com a Cia. de Teatro Temati, de Teixeira de Freitas.

Ao idealizar o projeto Nascentes do Mucuri, a Suzano exercita a sua cidadania empresarial e coloca em prática um dos direcionadores da empresa: “só é bom para nós, se for bom para o mundo”. Quer saber mais sobre o Projeto Nascentes do Mucuri? Acesse: https://www.nascentesdomucuri.com.br/

Sobre a Suzano – A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.