Vencedores do Troféu Madeira2016

madeira

O 8º Congresso Internacional de Desenvolvimento Econômico Sustentável da Indústria de Base Florestal e Geração de Energia, conhecido como Madeira 2016, deverá ser um dos maiores eventos do setor este ano.

Marcado para os dias 16 e 17 de junho para a cidade de Palmas, capital do Tocantins, terá como tema central a produção de madeira para uso múltiplo e a competitividade do setor de base florestal brasileiro no mercado internacional.

Além de discutir de forma detalhada os temas mais urgentes do setor florestal, o Madeira 2016 também será palco da entrega do Troféu Madeira, dividido em seis categorias com vencedores escolhidos mediante votação pelos profissionais atuantes em toda a cadeia produtiva do setor.

Para os organizadores do Instituto Besc de Humanidade e Economia, este modelo de congresso tem atraído a atenção de profissionais, empresas, instituições de pesquisa e produtores florestais de muitos países, além de mobilizar todo o Brasil.

Na categoria “Comunicador Social”, o mais votado foi William Domingues de Souza, que é editor-chefe da Revista Opiniões, com 504 votos ou 50,86% da preferência. Fundador da Revista Opiniões, uma das publicações – impressa e on-line – de maior credibilidade e veiculação do sistema florestal, com 12 anos de atuação nos setores de celulose, papel, carvão, siderurgia, painéis e madeira sólida, dentre outras áreas do sistema de agronegócio. É jornalista, publicitário e administrador de empresas.

Na categoria “Empresário do Setor Florestal”, Robson Trevisan, diretor do Painel Florestalfoi escolhido com 325 votos (39,16%). Jornalista, especializado no setor florestal, atua também no fomento de políticas públicas e iniciativas que geram oportunidades de negócios para produtores florestais. Promove importantes eventos na área e atualmente lançou o Grupo Mídia Forte, uma parceria entre cinco veículos de comunicação sobre florestas, biomassa, celulose, papel, madeira e energia renovável.

Na categoria “Executivo Destaque”, o secretário-geral da Associação de Reflorestadores do Mato Grosso (Arefloresta), Fausto Takizawa, venceu com 292 votos (28,21%). Engenheiro florestal pela ESALQ/USP. Iniciou na Floresteca, tendo trabalhado nas áreas de inventário, planejamento florestal e meio ambiente. Eleito duas vezes presidente da Arefloresta entre os anos de 2010 e 2015.

Atualmente é diretor da Floresteca e secretário-geral da Arefloresta, atuando para que o setor de árvores plantadas no Brasil alcance excelência em todos os mercados, e que seja o setor catalisador no país para a liderança mundial nas medidas de combate às mudanças climáticas, aliada à produção e abastecimento de alimentos e madeira, de forma eficiente e sustentável.

Na categoria “Gestor Público”, o presidente da Frente Parlamentar de Silvicultura, deputado federal Newton Cardoso Junior (PMDB/MG) foi o escolhido com 198 votos, ou 29,51% da preferência. Foi conselheiro da Magnesita Refratários S.A. e do Conselho do Sindicato da Indústria do Ferro Gusa de Minas Gerais. Tem título de Cidadão Honorário da Câmara Municipal de Pitangui-MG; recebeu honras de Mérito Legislativo da Câmara Municipal de Contagem.

Já na categoria “Pesquisador”, o mais votado foi José Luiz Stape, que é gerente de inovação da Suzano Papel e Celulose. Ele teve 311 votos, ou 31,45% da preferência do público. Associate Professor de Silvicultura na North Carolina State University, Raleigh, EUA. Concluiu o doutorado em Forest Sciences – Colorado State University em 2002, e foi professor Doutor em Silvicultura na Universidade de São Paulo.

Na USP coordenou o curso de Engenharia Florestal e das Estações Experimentais Florestais. Publicou 32 artigos em periódicos especializados e 66 trabalhos em anais de eventos. Possui 8 capítulos de livros e 1 livro publicados. Possui 1 software. Participou de dezenas de eventos no exterior e no Brasil.

Orientou 5 dissertações de mestrado e 2 de doutorado, além de ter orientado mais de 35 trabalhos de iniciação científica e conclusão de curso na área de Recursos Florestais e Engenharia Florestal. Recebeu 8 prêmios ou homenagens. Atualmente participa de 6 projetos de pesquisa. Atua na área de recursos florestais e engenharia florestal. Em suas atividades profissionais interagiu com 95 colaboradores em coautorias de trabalhos científicos.

Por fim, na categoria “Organização Social”, a Ibá – Indústria Brasileira de Árvores – foi a grande vencedora com 427 votos (50,95%). A Ibá, criada em 2014, é responsável pela representação institucional da cadeia produtiva de árvores plantadas, do campo à indústria, junto a seus principais públicos de interesse. A entidade representa 61 empresas e nove entidades estaduais de produtos originários do cultivo de árvores plantadas.

Com o objetivo de valorizar os produtos originários do cultivo de pinus e eucalipto e demais espécies plantadas para fins industriais, a Ibá atua em defesa dos interesses do setor tanto nacional como internacionalmente.

Todos os votos foram devidamente auditados e o resultado completo pode ser conferido no link http://www.congressomadeira.com.br/2016/trofeu-madeira/

O Madeira 2016 terá uma agenda temática marcante com cinco painéis. O primeiro será intitulado “Uso da Madeira Certificada como Sistemas Construtivos”. O segundo estará voltado para a “A Importância dos Produtos Madeireiros na Bioeconomia”.

O diretor executivo da Associação Baiana das Empresas de Base Florestal (ABAF), Wilson Andrade, será o mediador do terceiro painel: ‘Impacto dos Grandes Acordos Internacionais no Comércio de Produtos Madeireiros’ .

Já o quarto será voltado para as “Políticas de Investimentos e Comercialização de Florestas”. O quinto painel representará a mais nova grande oportunidade de negócios para o setor, com o tema “Reflorestamento no Estado do Tocantins e seu Impacto na Economia”. A organização do congresso prevê a participação de pelo menos 400 lideranças do setor.

Serviço:

Madeira 2016 – 8º Congresso Internacional de Desenvolvimento Econômico Sustentável da Indústria de Base Florestal e Geração de Energia

Data: 16 e 17 de junho de 2016

Local: Palácio Araguaia – Palmas – Tocantins

Inscrições: http://www.congressomadeira.com.br/2016/

Realização: Instituto Besc Humanidades e Economia

Apoio: Embrapa Florestas, CNA, Abaf, Ruraltins, Ageflor, Arefloresta, Florestar São Paulo, Ibá, B. Forest, Grupo Mídia Forte

Patrocínio: Celulose Riograndense, Cenibra, John Deere, Valmet, Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária – Governo do Tocantins, BNDES, Governo Federal