‘Amigos da Floresta’ amplia foco de conscientização ambiental

Desenvolvida para conscientizar a população sobre os danos ambientais causados pelos incêndios florestais, a campanha Amigos da Floresta foca também, em 2022, na orientação sobre a ilegalidade da captura e da caça de animais silvestres e do furto de madeira nativa. Com o slogan “Para grandes causas, contamos com os amigos”, a iniciativa, lançada essa semana, convoca os moradores das regiões do litoral norte e agreste da Bahia a serem defensores do meio ambiente.

Para isso, uma série de ações será realizada ao longo do ano, como visita às comunidades nas áreas de influência da empresa, veiculação de spots de rádio, banners em sites e um vídeo especial nas redes sociais da Bracell, além da instalação de outdoors às margens das principais rodovias do litoral norte para alertar sobre a necessidade da conservação da natureza.  “A proteção do ambiente é resultado não apenas de poupar as florestas do fogo, mas, também, da retirada ilegal de madeira e da captura de animais silvestres”, diz Valdinei Ressurreição, coordenador de Segurança Patrimonial da Bracell BA.

Ressurreição explica ainda que a campanha reforça as ações de sensibilização realizadas pela equipe junto às comunidades. “É um autêntico trabalho de formiguinha – da maior relevância. Prova disso é que, em 2021, foram realizadas 720 abordagens com o objetivo de conscientizar, inibir ações ilegais e identificar suspeitos de violações. Com este trabalho, alcançamos 1.094 pessoas”, contabiliza.

No ano passado, com o trabalho de conscientização, o número de incêndios florestais atingiu uma área de 199 hectares (ha) – 501 ha a menos do que em 2019.

Ações articuladas

Além de conscientização, a campanha “Amigos da Floresta” realiza distribuição de cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade social. Todos os alimentos são doados e distribuídos pela própria equipe de Segurança Patrimonial da Bracell, que faz parte do grupo RGE, que gerencia empresas com operações globais de manufatura baseadas em recursos naturais

“No ano passado, doamos 570 cestas. Aproveitamos o momento das entregas para orientar os moradores quanto aos riscos dos incêndios, do furto de madeira e da captura de animais silvestres. É quando também divulgamos o 0800 284 4747 para denúncias e relatos de incêndios ou delitos ambientais”, completa Ressurreição.

O trabalho baseia-se ainda na articulação com moradores, associações comunitárias, poder público e autoridades policiais, bem como no uso da tecnologia e no trabalho de inteligência para tratar as questões de forma estratégica. “Semanalmente, realizamos o monitoramento aéreo programado nas áreas de maior incidência de violação florestal com o objetivo de identificar e coibir práticas ilícitas, incorporando procedimentos que impeçam sua continuidade”, explica.

O trabalho conta ainda com atividades conjuntas denominadas operações cooperativas (OC3) em áreas mais críticas a fim de reduzir as práticas ilegais, engajando ainda mais pessoas na preservação do meio ambiente e mantendo a riqueza da biodiversidade nas áreas da Bracell”.