Eventos realizados

05.04.17

Rodadas de negócios da Feira Três Lagoas Florestal movimentam R$ 54 milhões

A terceira edição da Feira Três Lagoas Florestal entra para a história do setor e do Estado do Mato Grosso do Sul. Organização, integração com as empresas e apoio do Estado, com presença do governador Reinaldo Azambuja. O diretor executivo do Painel Florestal, Robson Trevisan, coordenador geral da feira, destacou que só nas rodadas de negócios foram movimentados R$ 54 milhões e que o número de visitantes chegou aos sete mil.

De acordo com Robson Trevisan, os números completos do montante em negócios serão divulgados na próxima semana, quando todos os dados das empresas participantes da feira forem entabulados. “Este número vai aumentar, mas não dá para afirmar em quanto será”, acrescentou Trevisan. A próxima edição da Feira Três Lagoas Florestal será realizada em 2020, após os processos de duplicação das fábricas da Fibria e Eldorado serem concluídos.

Outro número que será divulgado será o de participantes em todos os eventos simultâneos realizados na Feira, como o Inova Florestal, o Produza Madeira & Floresta, o Carreira Florestal, o Inova Celulose, o Florestal Meeting, o Florestal Summit e o Mercosul Florestal. Os números divulgados das rodadas de negócios foram disponibilizados pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do Mato Grosso do Sul, um dos parceiros do Painel Florestal na edição desta feira.

A feira Três Lagoas Florestal aconteceu entre os dias 28 e 30 de março e também reuniu eventos inéditos para networking e benchmarketing, chamados ‘Florestal Meeting’, como por exemplo o com o tema sobre ‘Produtores independentes de florestas’ que teve como moderador o diretor executivo da Associação Baiana das Empresas de Base Florestal (ABAF), Wilson Andrade. No debate, dia 30 de março, das 9 às 12h, os presentes discutiram sobre como superar os desafios do mercado; para quem vender e como obter melhores preços; quais são as melhores alternativas para quem produz florestas de maneira independente no Brasil, entre outros.

Além de moderar a reunião, Wilson Andrade fez a palestra ‘Uso múltiplo do eucalipto no sul da Bahia’. Também foi palestrante Edimar Scarpinati, Gerente de Operações da Arborgen. Outros convidados para a discussão: Erton Sanchez, Membro do Conselho da Aspex; Walter Rezende, Presidente da Câmara Setorial de Florestas Plantadas e Pedro Francio Filho, Diretor da Francio Soluções Florestais.

Em sua palestra, Andrade apresentou o programa ‘Mais Árvores Bahia’ – uma iniciativa da ABAF em parceria com uma série de entidades ligadas à agricultura, indústria e à qualificação de mão de obra. Busca incentivar o produtor rural a investir no plantio e manejo de florestas para uso múltiplo com tecnologia aplicada. Também pretende contribuir para a inclusão dos pequenos e médios produtores e processadores de madeira para uso múltiplo, visando o atendimento da demanda por móveis, peças e partes de madeira na Bahia – hoje atendida, na sua maior parte, por outros estados brasileiros. Prevê a implantação de duas vertentes de atuação, um chamado Projeto Indústria e outro Projeto Produção, em quatro polos na Bahia – Litoral Norte, Sul, Sudoeste e Oeste.