Veracel apoia a cadeia produtiva do mel no sul da Bahia

Oficina de. apicultura em Aldeia Pataxó. Porto Seguro/BA.

A preservação das abelhas é uma questão importante para a conservação ambiental, em nível global. Dados da Organização das Nações Unidas (ONU), mostram que as abelhas são responsáveis por 73% da polinização das plantas cultivadas. Isso afeta diretamente a manutenção da biodiversidade e a alimentação de seres humanos, pássaros, insetos e outras espécies. Com tamanha importância, as abelhas são animais sensíveis, que sofrem com fenômenos como a poluição e as alterações climáticas – em 2016, algumas espécies já foram consideradas em risco de extinção pelo United States Fish and Wildlife Service (FWS), órgão ambiental dos EUA.

Ciente dessa situação, a Veracel, empresa de celulose localizada ao sul da Bahia, vem trabalhando para apoiar toda a cadeia produtiva do mel na região. “O Sul da Bahia é, historicamente, muito importante nesse segmento. Queremos ajudar a fortalecer essa cadeia para gerar oportunidades e estimular o desenvolvimento local”, afirma Izabel Sousa, Coordenadora de Responsabilidade Social Corporativa da empresa.

Há 17 anos, a Veracel apoia a cadeira produtiva do mel em seu território de atuação. Somente em 2020, 158 famílias foram beneficiadas com projetos da empresa para apoiar as associações locais de produtores, e 50 toneladas de mel foram produzidas na região. Reconhecendo a importância da cadeia do mel e para apoiar o seu fortalecimento, em 2021 a companhia contratou uma consultoria especializada que elaborou um plano estratégico para os próximos cinco anos.

O primeiro passo do plano foi um mapeamento completo da cadeia produtiva para a elaboração de um diagnóstico profundo dos desafios e oportunidades desta cadeia produtiva. Entre os eixos definidos no projeto, estão: fomento à capacitação técnica dos criadores de abelhas e produtores locais; fortalecimento da gestão institucional e da sustentabilidade financeira das organizações de criadores de abelhas; e incentivo à formalização da atividade. Também foram consideradas a disponibilidade dos pastos apícolas, aquisição de conhecimentos, articulação para atuação em redes colaborativas para troca de experiência e busca de alternativas, ferramentas tecnológicas de acompanhamento e monitoramento, entre outras.

Quase duas décadas de apoio

“Desde 2005 a Veracel apoia projetos ligados à cadeia produtiva do mel para famílias dos municípios de Eunápolis, Itabela, Guaratinga, Itagimirim, Belmonte e região. Isso engloba a capacitação dos apicultores, a disponibilização de materiais e insumos, tecnologias apícolas e vestimentas adequadas, além de equipamento para a segurança operacional dos trabalhadores”, ressalta Izabel Bianchi que é a especialista que acompanha diretamente as ações da empresa juntos aos produtores e associações locais.

Entre outras iniciativas, desde 2018 a companhia tem investido na transferência de tecnologia para os apicultores das associações produtoras da região ampliando sua capacidade técnica e a autonomia de coletivos rurais. Em outra frente de ação, a Veracel apoia, desde 2019, um projeto de Meliponicultura, com a comunidade indígena pataxó Aldeia Meio da Mata e com associações de apicultores em Eunápolis e Guaratinga.  Também com o suporte da empresa, os apicultores conquistaram seu entreposto de mel em Eunápolis, inaugurado em 2021 onde é realizado o recebimento, o envase e a comercialização do mel e de produtos derivados.

 

Sobre a Veracel Celulose       

A Veracel Celulose celebrou 30 anos de atuação em 2021. Com a fábrica em Eunápolis, no Sul da Bahia, a companhia integra operações florestais, industriais e de logística em mais 10 outros municípios da região. Responsável pela produção 1,1 milhão de toneladas de celulose/ano, 100% da madeira de eucalipto utilizada no processo produtivo é certificada ou controlada em conformidade aos princípios e critérios de padrões normativos internacionais FSC e CERFLOR. Com 50% de participação cada, seus acionistas são duas grandes operadoras no setor de celulose e papel em âmbito internacional: a brasileira Suzano e a sueco-finlandesa Stora Enso.

A Veracel é considerada como uma das melhores empresas para se trabalhar na Bahia, de acordo com o selo Great Place to Work (GPTW). Além dos mais de 100 mil hectares de área protegida ambientalmente, é guardiã da maior Reserva Particular do Patrimônio Natural de Mata Atlântica do Nordeste brasileiro, a Estação Veracel, que recebeu o Certificado de Serviços Ecossistêmicos do Forest Stewardship Council® – FSC® C017612, emitido no Brasil pela certificadora Imaflora.

Além dos contratos de parceria com produtores locais, totalizando mais de 20 mil hectares, a Veracel possui 3.191 empregos diretos e cerca de 16 mil beneficiados pelas iniciativas de educação, saúde e geração de renda, desenvolvidas nos últimos anos.